Seja bem-vindo. Hoje é .

PROERD: Artigo sobre os 10 anos de atuação do programa na área circunscricional da 4ª CIPM na região do Bico do Papagaio

Cb Rhaniery (esq) Ten Vágner (centro) Cb Wiajara (direita)
A Polícia Militar do Estado do Tocantins, desde o ano de 2002, vem desenvolvendo o PROERD (Programa Educacional de Resistência às Drogas e Violência), nas escolas do Estado, através de policiais militares voluntários.

O PROERD é baseado no programa Norte Americano D.A.R.E. (Drug Abuse Resistance Education), que foi desenvolvido em Los Angeles, Califórnia, em 1983, e já é aplicado em outros 50 países envolvendo 60 mil policiais. Os Estados pioneiros no Brasil foram Rio de Janeiro e São Paulo.

O DARE foi idealizado e posto em prática nos Estados Unidos da América, tendo sido iniciado no ano de 1982, na cidade de Los Angeles/Califórnia, pelo Distrito Escolar em parceria com o Departamento de Polícia, porquanto, os professores nas escolas, temiam falar sobre o assunto acreditando que sofreriam represálias dos traficantes que rodeavam e aliciavam as crianças.

Para tanto, os policiais eram retirados das atividades de rua para serem submetidos a um curso de formação para aprenderem a lidar com as peculiaridades das crianças, como, por exemplo, a forma de transmitir os conhecimentos sobre o assunto. Por ter sua eficiência comprovada, rapidamente o DARE alcançou 50 (cinquenta) países, inicialmente, chegando até o Brasil, tomando outra identidade e passou a se chamar Programa Educacional de Resistência às Drogas e a Violência – PROERD que foi implantado na Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro e depois na Polícia Militar do Estado de São Paulo e assim adquirindo forma até que em 1997 conseguiu a sua expansão em nosso País.

Arquivo do PROERD da 4ª CIPM
Hoje o PROERD existe em todos os Estado da Federação Brasileira, sendo aplicado às crianças que estão cursando as séries iniciais, o 5º ano (antiga 4ª Série), e adolescentes do 7º ano (antiga 6ª Série) do Ensino Fundamental, com o Currículo de 10 (dez) lições, ministradas uma vez por semana. Há também o Curso de Pais, executado em 05 (cinco) lições, tendo como pré-requisito a aceitação voluntária dos pais das crianças e adolescentes atendidos. Contudo, para aplicação destas aulas, o Instrutor PROERD, que é um policial militar, ministra suas aulas fardado e conta com a participação e o auxílio do professor dos alunos em sala de aula.

O Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência é aplicado em 10 (lições), sendo uma aula por semana, durante um semestre, onde os alunos aprendem através de várias dinâmicas educativas a fortalecer a auto-estima, a ter autoconfiança, reconhecer as tensões do dia-a-dia e a maneira natural de controlá-las. Aprendem, também, a resolver desentendimentos de uma maneira aceitável sem gerar violência, técnicas de resistência às diversas fontes negativas de pressão ao uso de drogas, os malefícios causados pelas drogas lícitas e ilícitas.


Todos os Cursos do PROERD são desenvolvidos com a utilização de um livro, didaticamente elaborada, para o desenvolvimento das lições, além da entrega de um Diploma de Conclusão do Curso que contém o compromisso das crianças, adolescentes e pais, de ficarem longe das drogas da violência.

Na região do Bico do Papagaio, na área de abrangência da 4ª Companhia Independente de Polícia Militar, sediada em Araguatins, o PROERD foi  implantado  no ano de 2005, atendendo inicialmente, às Escolas Estaduais e Municipais das cidades de Araguatins e Augustinópolis, sendo posteriormente estendido aos municípios de Sampaio, Sítio-Novo, Axixá, Praia Norte, Carrasco Bonito, Buriti, São Bento, São Miguel e Itaguatins, além dos Distritos de Bela Vista e Centro dos Ferreiras.

Neste ano de 2014, mês de março, comemora-se 10 anos de implantação do PROERD nesta região, com um número expressivo de crianças atendidas, bem como escolas beneficiadas.

Cidades atendidas
Escolas atendidas
Crianças atendidas
Pais
12
50
15.754
344

Durante os 10 anos de existência do PROERD, na região, o Programa contou com vários instrutores, dentre eles: Cb Cristiane Cutrim Aroucha, Cb Josemildo Nascimento, Cb João Nilson Alves Borges, Cb Wiajara Meneses, Cb Jemerson Andrade de Sousa, Cb Rhaniery Alves de Sousa Lopes, e o instrutor mais antigo da 4ª CIPM, hoje Coordenador Regional do PROERD, Tenente Vágner Vila Nova da Silva. A todos os instrutores, Diretores, Professores, Prefeitos Municipais, ex. alunos e pais de alunos, que contribuíram para o sucesso do Programa, os  nosso sinceros agradecimentos.

Dadas as qualidades, o policial militar passa por um Curso de Capacitação de 80 (oitenta) horas/aula, onde aprende a planejar e executar as lições do programa, através de aulas nas áreas de educação, saúde, medicina, psicologia e legislação.

Elaborado pelo 2º tenente PM Vágner Vila Nova da Silva – coordenador do PROERD na 4ª CIPM

Postar um comentário

0 Comentários

NOTÍCIA DESTAQUE

ARAGUATINS: Sargento Flávio assina pedido de transferência para a reserva da PMTO após 30 anos de serviço