Seja bem-vindo. Hoje é .

NOTÍCIA DESTAQUE

 Polícia Militar participa de comemorações alusivas aos 283 anos de história e 160 anos de emancipação política de Porto Nacional-TO.

ARAGUATINS: Comando do 9º BPM recebe acadêmicas estagiárias do curso de enfermagem da Unitins

ASCOM/9º BPM – 17/05/2018 – Uma equipe de alunas do 5º período de enfermagem da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins), estiveram durante dois dias, 16 e 17, quarta e quinta-feira na sede do quartel da PM em Araguatins, realizando estágio voltado à saúde do trabalhador.  

As atividades é fruto de convênio firmado entre a Polícia Militar e a Unitins. A equipe foi composta pelas acadêmicas, Géssica Queiroz, Gersina da Silva, Heliã Adna, Lais Mayra, Karoline da Silva e Juanna Féliz. As alunas estiveram sob a coordenação da professora Késia Chaves da Silva, responsável em supervisionar o estágio.


Os trabalhos aconteceram na parte da manhã. No primeiro dia de visita, a equipe conheceu as instalações do Batalhão e a rotina de trabalho dos policiais militares empregados no serviço operacional e também no administrativo.

Foram realizados aferição de pressão e entrevista individual com cada militar a fim de subsidiar relatório das acadêmicas.

Já na quinta-feira, 17, antes de oferecerem um coffee break com alimentos saudáveis, a equipe realizou uma palestra abordando diversos assuntos, entre eles, a ansiedade e os seus sintomas físicos.

As acadêmicas enfatizaram ainda da importância quanto ao cuidado de cada policial militar ter com a própria saúde. Elas destacaram a questão da prática de atividade física, o cuidado com a alimentação e a quantidade de horas de sono.

O comandante do Batalhão, major Weslley Dias Costa, agradeceu a presença da professora Késia e sua equipe, parabenizando a iniciativa frente aos resultados positivos que a ação proporcionará como uma melhor qualidade de vida aos policiais.

Major Weslley, enfatizou da preocupação do Comando da PM no que se refere a saúde dos policiais. Ele pontuou sobre a incidência de diversas doenças que atinge boa parte dos militares e fez alusão da idade média de vida de um policial quando passa para a inatividade (a reserva), depois de trabalhar seus 30 anos na corporação.

O comandante ainda declarou que, “o convênio firmado entre as Instituições, por meio dessa parceria envolvendo acadêmicos em enfermagem, aliado ao estudo de caso que será apresentado, com certeza ampliará o leque que visa uma melhor solução a fim de mitigar essa atual problemática”, finalizou.












Postar um comentário

0 Comentários