Seja bem-vindo. Hoje é .

Anúncio

PM promove aula inaugural do curso de multiplicador em Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) em Palmas. Três militares do 9º BPM estão matriculados

Imagem: PMTO

ASCOM/9º BPM – 03/06/2019 – A aula inaugural do curso de multiplicador em Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) ocorreu na manhã dessa segunda-feira, 03, no auditório do Comando Geral da PM em Palmas.

O curso está sendo ofertado pela PMTO em parceria com o Tribunal de Justiça e Polícia Militar do Estado de Rondônia. Com a lavratura do TCO, os policiais militares darão maior celeridade e eficiência no desenvolvimento de suas competências administrativas.

O TCO é um procedimento que registra o resumo da ocorrência de infração penal de menor potencial ofensivo, objetivando reparar os danos sofridos pela vítima e a aplicação de pena não privativa de liberdade. Os TCO lavrados por policiais militares serão encaminhados ao Juizado que providenciará os exames periciais necessários.

Com o provimento nº 009/2019, da Corregedoria-Geral da Justiça e endossado por decisão do Conselho Nacional de Justiça, a PMTO se antecipa em relação à maioria das unidades federativas do Brasil na lavratura do TCO, conforme previsto no artigo 69, da Lei do Juizado Especial nº 9.099/95.

Na ocasião, a mesa de honra foi composta pelo comandante geral da PM, coronel Jaizon Veras Barbosa, o chefe do Estado Maior, coronel Márcio Antônio Barbosa de Mendonça, o subchefe do Estado Maior, coronel Jefferson Nunes de Alecrim, o corregedor geral da corporação, coronel Marizon Mendes Marques, e o juiz de Direito, Dr. Océlio Nobre.
 
Comandante Geral da PMTO - Coronel Jaizon Veras Barbosa
O programa de capacitação da corporação para lavratura do TCO conta com mais de 50 policiais militares de 15 unidades operacionais do Estado e mais duas especializadas. O curso está sendo ministrado em parceria com oficiais da PM de Rondônia e vem desenvolver habilidades, competências e atitudes necessárias ao desempenho profissional do policial militar na lavratura do TCO, proporcionando celeridade e eficiência.

Do 9º Batalhão da PM (9º BPM) em Araguatins, unidade pertencente ao Comando do Policiamento do Interior (CPI), três policiais militares estão realizando o curso: o subcomandante do Batalhão, major Sandro de Lima Silva, o chefe da seção de Planejamento, capitão Dourivan Santos Pereira e o comandante do destacamento da PM em São Bento, 1º sargento Samuel dos Santos Godinho.
 
Ao centro, coronel Humberto Costa Parrião (CPI) - Esquerda p/direita: Major Sandro, Sgt Godinho e Capitão Santos
Durante o evento, foi apresentado um vídeo sobre o Projeto da PMTO Mobile que será responsável em agregar funcionalidades aos procedimentos da PM realizados durante atendimentos de ocorrências, inclusive a lavratura do TCO.

Logo após, o juiz de Direito do Estado, Océlio Nobre, os capitães da PM de Rondônia, Marcelo Victor Duarte Corrêa e Douglas Marink de Miranda receberam certificados de colaboradores beneméritos.

O comandante geral da PM, coronel Jaizon, destacou que, “nossa corporação sai da era do papel para ingressar na era tecnológica, com a implementação do PMTO Mobile, sendo a 5ª entre as PMs do Brasil, colocando a PMTO à vanguarda na utilização de tecnologias no serviço operacional. Quanto a lavratura do TCO, a capacitação dos militares é uma fórmula de sucesso para utilização da ferramenta que em muito contribuirá no serviço da PM”.

A palestra magna foi realizada pelo juiz de Direito do Estado, Dr. Océlio Nobre, que destacou que a normatização de TCO pela Polícia Militar é um marco, que se trata de uma remodelação da instituição na busca de atender demandas sociais. “A Administração Pública precisa se reinventar e reavaliar suas práticas institucionais, que precisam mudar para se readequar as necessidades atuais e o mesmo ocorre com o Poder Judiciário. As inovações institucionais legitimam a melhora dos níveis de eficiência das ações”, afirmou. Como forma de agradecimento, o juiz recebeu um certificado da corporação.

Após a palestra, iniciaram as atividades do curso para os militares matriculados no curso que possui carga horária de 60 horas/aula. (Ascom do 9º BPM/com informações da Ascom Geral PMTO) @9bpm_oficial - @pmto_oficial

Postar um comentário

0 Comentários

Postagem em Destaque

PM finaliza instrução de manuseio de armamento e tiro policial para militares em Araguatins