Seja bem-vindo. Hoje é .

Anúncio

Capitão Vágner do 9º Batalhão foi um dos agraciados durante sessão solene na Assembleia Legislativa onde a Polícia Militar e Civil foram homenageadas


Capitão Vágner recebendo o certificado das mãos do Comandante Geral da PMTO, coronel Jaizon Veras

Durante a solenidade, o comandante geral da PM anunciou autorização para abertura dos processos para realização do novo concurso público da PM com mil vagas para soldados.

25/10/2019 – Ascom/9º BPM

A Polícia Militar e Civil foram homenageadas na tarde desta quinta-feira, 24, durante uma sessão solene na Assembleia Legislativa em Palmas. A homenagem de 30 anos das instituições foi em decorrência de uma solicitação da deputada estadual Luana Ribeiro(PSDB). Autoridades militares, civis e políticas participaram da sessão solene.

Dentre os policiais militares de várias Unidades da PMTO homenageados durante a sessão, capitão Vágner Vila Nova da Silva do 9º Batalhão da PM (9º BPM) em Araguatins foi um dos agraciados com certificado de reconhecimento. Capitão Vágner aguarda reserva após 30 anos de serviço prestado a corporação.

O comandante do 9º BPM, tenente-coronel Weslley Dias Costa, esteve presente na solenidade.
Tenente-coronel W. Costa (Comandante do 9º BPM) - ao lado do tenente-coronel Valdeonne (esq. p/direita)

No início do evento foram apresentados dois vídeos institucionais sobre a função e competência das polícias. O comandante geral da PM, coronel Jaizon Veras Barbosa, e o chefe do Estado Maior da PM, coronel Márcio Antônio Barbosa de Mendonça, ex- comandantes gerais da PM, oficiais e praças da PM, inclusive do quadro de saúde, ex- secretários de Segurança Pública, ex-delegados gerais e integrantes da Polícia Civil também foram homenageados pelo relevante papel na sociedade.

O ex- comandante da PM, coronel Luiz Claúdio Benício se referiu à importância do evento. "A deputada Luana e o comandante geral da PM tiveram a iniciativa de homenagear todos aqueles que participaram efetivamente da construção e trabalharam pela produtividade da PM, em prol da sociedade tocantinense e de todos os integrantes da corporação", disse.

Durante a solenidade houve uma simulação da Companhia Independente de Operações Especiais (CIOE) com equipe de intervenção tática em ocorrências com refém. O grupo de operações especiais da Polícia Civil (GOTE) também fez uma apresentação de uma equipe de combate a assalto a banco. O DARE, mascote do Proerd, programa educacional de combate as drogas e violência da PM, também fez uma apresentação.

O comandante geral da PM, coronel  Jaizon Veras Barbosa,  declarou que, " nossos policiais trabalham incansavelmente dia-a-dia e momentos como este revelam o reconhecimento pelo trabalho prestado à sociedade". O comandante anunciou em seu discurso a autorização para abertura dos processos para contratação da empresa organizadora do novo concurso da PM, para então lançar o edital.

O secretário de Segurança Pública, Cristiano Sampaio, também agradeceu a homenagem, segundo ele "a Polícia é sempre lembrada no momento de crime e de intervenção de agentes de segurança, ficamos muito felizes de sermos lembrados também no reconhecimento de nosso trabalho. Este é um registro especial".

A deputada estadual, Luana Ribeiro, discursou que, "essa homenagem para as Polícias do nosso Estado é mais do que merecida, ainda temos muito a conquistar, mas temos motivo de sobra para nos orgulharmos. Somos um dos Estados mais seguros do país e vamos continuar aparelhando e investindo em nosso estado".

Polícia Militar

A instituição foi criada em 1º de janeiro de 1989 pelo então governador Siqueira Campos, oficializada pela Medida Provisória número 001, que definiu a estrutura organizacional do Poder Executivo do recém-criado Estado do Tocantins.

Polícia Civil

De acordo com o documento, a Polícia Civil do Tocantins foi criada em 1988, com o aproveitamento de policiais civis de Goiás. “Em 1991, foi realizado o primeiro concurso público para carreira policial, garantindo mais segurança jurídica aos atos processuais. Notadamente, o reconhecimento desta instituição foi confirmado por esta Casa de Leis com a produção da Lei 1.654, em 06 de janeiro de 2015, a qual prevê o dia 21 de abril como dedicado ao policial civil”, diz a justificativa para a homenagem. Texto adaptado pela Ascom do 9º BPM e com informações da Ascom PMTO – Imagens: Ademir dos Anjos. @9bpm_oficial - @pmto_oficial





Postar um comentário

0 Comentários

Postagem em Destaque

PM finaliza instrução de manuseio de armamento e tiro policial para militares em Araguatins