Seja bem-vindo. Hoje é .

NOTÍCIA DESTAQUE

SÃO MIGUEL: Comando do 9° Batalhão participa de homenagens a militar que completou 30 anos de serviço na PMTO

9° BPM participará da campanha do “Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes” em toda a região


12/05/2021 – Ascom/9º BPM 

A Polícia Militar por meio do 9º Batalhão da PM (9° BPM) em Araguatins, Norte do Estado, estará participando em toda a região, da campanha do “Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes”. O evento que nacionalmente acontece todo ano, ocorrerá na próxima semana, dia 18 de maio, sob o lema: “Esquecer é Permitir, Lembrar é Combater!”. 

Na manhã de terça-feira, 11, o 9° Batalhão da PM, comandado pelo major  Lemos Filho, recebeu a coordenadora do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) de Araguatins, Enelza Machado de Aquino dos Santos Silva, acompanhada da equipe, para apresentar ao comando da unidade, a logística da campanha que o órgão municipal estará desenvolvendo. 

O subcomandante da unidade, major Alen Costa, representando o comandante, recepcionou a equipe, destacando a importância da parceria e a participação da PM na campanha a qual além de Araguatins, também contemplará toda a região do Bico do Papagaio, área de atuação do 9º BPM. 

Além da Polícia Militar, o CREAS também conta com o apoio da Polícia Civil, Ministério Público, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Habitação, Conselho Tutelar, dentre outros órgãos. A campanha visa proporcionar informações e divulgação da Campanha Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes – 18 de Maio através de várias ações a serem realizadas no âmbito municipal ao decorrer do mês de maio do ano de 2021. 

A CAMPANHA 18 DE MAIO 

De acordo com o projeto, o dia 18 de Maio – “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”, instituído pela Lei Federal 9.970/00, é uma conquista que demarca a luta pelos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes no território brasileiro e que já alcançou muitos municípios do nosso país. Esse dia foi escolhido porque em 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória (ES), um crime bárbaro chocou todo o país e ficou conhecido como o “Caso Araceli”. Esse era o nome de uma menina de apenas oito anos de idade, que teve todos os seus direitos humanos violados, foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta daquela cidade. 

Postar um comentário

0 Comentários